facebook twitter

 

Tradição e solidez acadêmicas aplicadas às atividades de ensino, pesquisa e extensão.
   

Idiomas

Blvd 28 de Setembro, 157
Vila Isabel, Rio de Janeiro - RJ
Telefone:(21) 2868-8236

Laboratório de Ensino

O Laboratório se constitui no cenário das práticas do cuidar em Enfermagem tendo em vista o desenvolvimento de competências. Estas se dão a partir da aquisição de conhecimentos, habilidades e atitudes próprias para o exercício da profissão. Para a formação deste profissional, portanto, é necessário que o processo de ensino-aprendizagem crie as oportunidades que permitam aos acadêmicos vivenciar as situações que os levem a adquirir as necessárias competências para o exercício do Cuidar.
 
Cabe ressaltar que, o cuidado requer do futuro Enfermeiro o desenvolvimento de determinados procedimentos que exijam dele o conhecimento científico que dá o suporte e a destreza para a execução livre de riscos para o cliente, ele próprio, a equipe de saúde e a comunidade, e as atitudes, relacionadas aos aspectos éticos, políticos e filosóficos da enfermagem.
 
Portanto, nem todas as habilidades e atitudes podem ou devem ser treinadas na situação de vida real, sendo o laboratório um cenário estratégico e valioso no desenvolvimento das práticas de ensino.
 
A aquisição de habilidade e destreza motora, cognitiva ou sensório-perceptiva, requer longa e demorada prática, devendo iniciar em situação de laboratórios para simulação e posteriormente em campo de prática. O ensino bem sucedido da Prática de Enfermagem depende muito das condições oferecidas para a instrução, que inclui o desenho da apresentação da informação com demonstração de técnicas, apresentação de material e equipamentos e o desenvolvimento da prática que é o aluno fazendo.
 
O laboratório de Enfermagem permite aos graduandos experimentar, testar, repetir, errar e corrigir. Também, facilita o manuseio de todo o equipamento com liberdade, não sobrecarregando o aluno com o stress e ansiedade determinados pelas situações reais. É o primeiro contato do aluno com a técnica, em situação simulada, antes que ele desenvolva os procedimentos diretamente com o cliente. Desta forma, ao fazê-lo, sente-se mais seguro, facilitando sua aproximação, favorecendo a construção da relação com o cliente de modo a atendê-lo integralmente, com habilidade, segurança e tranqüilidade.
 
Assim, tais características justificam, por si só, as razões para o uso da simulação em práticas de enfermagem. Desta forma, o aprendizado torna-se mais fácil e permite corrigir e aperfeiçoar os procedimentos dos alunos antes que os mesmos os realizem diretamente com a clientela.
 
Objetivos:
 
1  Possibilitar o desenvolvimento das competências necessárias à formação de enfermeiros segundo a proposta político-pedagógica do Currículo Integrado da Faculdade de Enfermagem da UERJ;
 
2  Criar cenários para o desenvolvimento de procedimentos apropriados à realidade quer voltado para a assistência individual ou coletiva;
 
3  Ampliar as possibilidades de manuseio de equipamentos operacionais com liberdade e segurança, favorecendo o desenvolvimento de habilidades e destreza;
 
4  Permitir o desenvolvimento de atividades assistenciais simuladas e práticas de campo, envolvendo ações extensionistas.
 
Instalações físicas:
 
Os laboratórios atendem aos quatro departamentos da Faculdade de Enfermagem: Fundamentos de Enfermagem, Enfermagem em Saúde Pública , Enfermagem Médico-Cirúrgica e Enfermagem Materno-Infantil, permitindo que os alunos da graduação, de todos os períodos, tenham oportunidade de aprender as técnicas essenciais para sua formação aproximando-se dos principais procedimentos de todas as áreas, através de demonstração e simulação, livres de riscos.
 
Normas de uso do laboratório:
 
•  Durante as atividades pedagógicas, atenção e cuidados não devem ser negligenciados com o material do laboratório;
 
•  No local deve existir ordem e limpeza;
 
•  Não é permitido fumar, comer ou beber no laboratório;
 
•  Uso de guarda-pó é obrigatório;
 
•  Manter sempre limpa a aparelhagem;
 
•  Manusear os manequins com cuidado e atenção;
 
•  Caberá ao professor ou aos responsáveis pelo laboratório relatar á Coordenação de Graduação qualquer transgressão às normas, para as devidas providências.
 
•  O laboratório 1 – Semiologia e Semiotécnica, localizado na sala 802, destina-se ao ensino de técnicas de exame físico, anamnese e cuidados básicos de promoção à saúde.
 
•  O laboratório 2 – Procedimentos Invasivos e Não Invasivos com controle de Infecção e Biossegurança localizado na sala 806, destina-se as práticas de cuidados que envolvam procedimentos que exigem isolamento, controle e prevenção de infecção e contaminação de áreas e superfícies.
 
•  O laboratório 3 – Procedimentos Especializados, localizado na sala 803, destina-se à procedimentos peri-operatórios, acompanhamento pré-natal, ao parto e pós-parto, atendimentos de situações de emergência.
 
•  O laboratório 4 – Atividades Assistenciais, localizado na sala 801, destina-se ao aprendizado de consulta de enfermagem, atividades educativas, e atendimento à clientela, desenvolvido junto com projetos de extensão.
 
•  O laboratório 5 – Central de Material, localizado na sala 805, destina-se ao armazenamento e controle de materiais de consumo e atividades afins.